Permita-se Renascer

Renascer.

Reinventar-se.

No nosso corpo, células nascem e morrem a cada segundo. Como que em uma profecia (terá sido como parte de um plano bem feito ou, quem sabe, fruto de milhares de anos de evolução?) nossa estrutura foi criada fisicamente para morrer e nascer a cada dia e isso não é só uma tendência, é uma característica de estar vivo.

Com o pensamento não é diferente. Nós formulamos pensamentos e, deles, geramos sentimentos que nos movem. A partir daí, criamos conceitos e opiniões. Posições frente ao mundo. Nossa visão de existência projetada em uma tela de fundo.

“O importante não é o que fazemos de nós, mas o que nós fazemos daquilo que fazem de nós.”

Jean-Paul Sartre

Não é raro quando visões de mundo se chocam. Sou capaz de afirmar que somos assim por design. A troca de ideias, o debate sadio e a argumentação existem para permitir que ideias evoluam, conceitos sejam revistos e opiniões sejam mudadas. Eles existem para nos tirar da zona de conforto, onde nada cresce.

Mas a linha que separa o compartilhamento de ideias da guerra é tênue e móvel. Diante de conflitos de opinião, nos agarramos às nossas crenças de forma irredutível e terminamos por não abrir mão do conflito, muitas vezes por orgulho.

Nos apegamos a conceitos solitários e podres, raramente revisitados. Opiniões por vezes incompatíveis com nosso modus operandi que ocupam a mente e o coração por falta de ação, agarrando-se ao que foi e não é mais. Opiniões, posições e convicções não mudam sozinhas. Elas não morrem de inanição e, no máximo, ficam adormecidas, ocupando espaço valioso e frequentemente não evoluem no mesmo passo que o mundo à nossa volta.

Ceder é a palavra que está intimamente seguida por mudar. Aceitar. Reconhecer. Respeitar. Revisitar nossa existência vez ou outra é fundamental para arejar mente e coração, permitindo que novas ideias sejam consideradas e eventualmente aceitas.

Assim como nosso corpo renasce biologicamente aos poucos, todos os dias, é necessário permitir o fluxo de ideias e convicções, o trânsito de opiniões. Permita-se escutar o próximo até o final de suas frases, acompanhar o raciocínio alheio até o ponto da discórdia preferencialmente muda, aquela que dá oportunidade ao cérebro de acompanhar o raciocínio antes da reação emocional que cega e ensurdece.

Respire fundo.

Questione.

Entenda.

Então, argumente.

Exercício desafiante, mas que rende frutos excepcionalmente gostosos. Um debate de ideias ricas e opiniões inteligentes é um afago na alma, um carinho intelectual, um empurrão evolucional onde todos os participantes saem ganhando.

Mas a melhor parte mesmo é que todos tem a oportunidade de renascer.

Segundo Sartre…

“Para conhecer os homens, torna-se indispensável vê-los agir.”

Nós somos o resultado de nossas ações (e escolhas). Se você não concorda com o existencialismo, há de concordar que é inegável a ligação que existe entre quem somos e nossas ações ou sobre como nos tornamos nossas escolhas.

“A escolha é possível, em certo sentido, porém o que não é possível é não escolher. Eu posso sempre escolher, mas devo estar ciente de que, se não escolher, assim mesmo estarei escolhendo.”

Dito isso, imagine que pensamentos geram sentimentos, que geram açõesse mudarmos nossos pensamentos, temos a oportunidade única de influenciar nossas ações diretamente e, com isso, mudarmos quem somos, nossa existência, exercendo da forma mais pura, nossa inerente liberdade de ser.

Ao respeitar a opinião do próximo, você tem a chance de avaliar seus próprios conceitos e convicções; tem a chance de renovar sua própria existência e renascer…

Reinventar-se!

Agora reflita: será que em nome da capacidade de ser plenamente, de ser novamente, de renascer ainda mais capaz como uma fênix, não vale à pena abrir mão da intransigência e permitir-se uma nova opinião sequer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s